Quênia propõe estender as cláusulas COMESA até junho de 2021
terça-feira, 15 de setembro de 2020
Quênia propõe estender as cláusulas COMESA até junho de 2021

O governo queniano, representado pelo Ministério do Comércio e Indústria, dirigiu-se a todos os países do COMESA ao primeiro aprovar a prorrogação do acordo até junho do próximo ano, e exortando os estados membros do acordo a acelerarem a ratificação do acordo trilateral de livre comércio "COMESA, SADC e a Comunidade da África Oriental" com o objetivo de eliminar as prorrogações periódicas.

A carta dizia que não é viável para os Estados membros trabalhar sob diferentes acordos comerciais devido a sua múltipla participação em diferentes blocos comerciais, o que requer a unificação dos acordos, e apontava que o Quênia é membro tanto do Acordo da África Oriental quanto do COMESA, e é obrigado a proporcionar acesso ao mercado isento de taxas alfandegárias.

A carta continuou que o Quênia, como membro do COMESA, está comprometido a conceder tratamento tarifário prévio às mercadorias provenientes dos Estados membros do COMESA, indicando que renova sua proposta de prorrogação do acordo até junho de 2021, e que é provável que a proposta seja aceita.

Qiraatafrican